LIVROS

*Os livros estão na ordem de leitura recomendada.


LIVROS EXTRAS

Revolver

22/05/2020 by in category Filmes with 0 and 0

ACORDA OBSERVADOR!
Análise autocientífica do filme Revolver

Observação é a base de todas as ciências. O que muda de uma ciência para outra é o objeto observado.

Por exemplo, o objeto observado da fisiologia, é o corpo, o objeto observado da biologia, são as células, o objeto observado da química, são as moléculas, o objeto observado da astronomia, são os astros. E assim por diante.

Não tem ciência sem observação. Porém, não tem observação sem observador. Observação sem observador seria como fotografia sem câmera. Isso é impossível.

Na ciência, o observador é o ser humano (cientista). É o biólogo que observa e estuda as células. É o químico que observa e estuda as moléculas. É o físico que observa e estuda os átomos, etc.

Na ciência, o ser humano é o observador e seu objeto de estudo é o observado. Mas na autociência, como fica isso? Quem é o observador e o observado?

Na autociência, você é os dois: observador e observado. Por isso que a prática da autociência é feita através da autoobservação.

E como você faz para se observar? Usando os 5 sentidos? Se olhando? Se apalpando? Se cheirando? Se lambendo? Não! Se você usar os sentidos para se conhecer você estará conhecendo apenas o seu corpo, mas não a pessoa que você é.

A pessoa que você é não é feita de carne e osso, é feita de pensamentos, sentimentos, emoções, valores, crenças e desejos. Nada disso pode ser visto, apalpado, cheirado ou lambido.

Para observar sua personalidade (a pessoa que você é) você deve usar um sexto sentido chamado: autoobservação. É através da autoobservação que você vê, lambe, cheira e apalpa seus pensamentos, sentimentos, emoções, valores, crenças e desejos.

Você está constantemente ciente dos seus pensamentos, sentimentos, emoções, valores, crenças e desejos, então, você está constantemente em autoobservação e constantemente ciente de você-observado. Porém, raramente você está ciente de você-observador, sem o qual a observação do você-observado seria impossível.

Despertar para você-observador é muito importante para a prática da autociência, possibilita que você observe e analise a si mesmo com a imparcialidade e o rigor científico que toda investigação científica precisa ter.

Possibilita também que você fique em paz com o que está observando em si, mesmo que desagradável, mesmo que doloroso.

Por fim, despertar para você-observador, mata seu velho entendimento sobre quem é você e produz um novo entendimento. A vida e o jogo de viver muda completamente, sem que nada mude.

É isso que acontece com o protagonista do filme Revolver quando ele entra no elevador. Jack Green encara seus medos e ao fazer isso desperta para o observador que é. O resultado é que tudo muda sem que nada mude.

Claro que nada disso está explicitamente explicado no filme. O filme revolver é um filme e não uma palestra sobre autoconhecimento. Mas busca transmitir essa mensagem: Acorda Mr. Green!

Ou seja: Acorda observador!

© 2021 · 1FICINA · Marcelo Ferrari