RENDA-SE AO DESTINO

13/05/2018 by in category Textos with 0 and 0

Tenho um amigo que escuta rock de olhos fechados e fica tocando guitarra no ar. Conhece o tipo, né? É bem ilustrativa a forma como ele descobriu seu destino. Vou contar a história dele, pode ajudar você a descobrir o seu.

Quando meu amigo percebeu que seu coração pulsava feito bumbo quando colocava um disco de rock na vitrola, decidiu redirecionar suas finanças. Começou a comprar discos. Passado algum tempo, ele tinha tantos discos que começou a fazer trocas em um sebo. De tanto ir ao sebo, acabou arranjando um emprego lá.

Ganhar dinheiro para ouvir música e vender discos, foi o paraíso. Meu amigo estava sentado no colo do seu destino, mas ainda não havia percebido isso. Tanto que, passado algum tempo, recebeu uma oferta de salário melhor e mudou de emprego. E mudou de novo, e de novo, e de novo. Até virar vendedor numa loja de instrumentos musicais.

Certa tarde, estando a loja vazia, o colega de trabalho dele, que era guitarrista, ligou uma guitarra e começou a tocar. Meu amigo sentou na bateria e tentou acompanhar a música. Para seu próprio espanto conseguiu facilmente, mas tão facilmente, que começou a brincar com o ritmo, fazendo variações e viradas. Terminada a brincadeira, o guitarrista elogiou a habilidade do meu amigo e o convidou para tocar bateria na banda dele.

Foi nesse momento que meu amigo viu seu destino. Ele podia passar o resto da vida negando. Porém, não podia mais, nunca mais, alegar ignorância. Seu destino ficou óbvio. Estava ali, gritando em suas tripas, escorrendo junto com o suor na testa. Dito em suas próprias palavras: “Quer dizer que além de consumir música, posso produzir música também?”

Entendeu? Renda-se a si mesmo! Aceite-se que dói nada. Na luta contra seu destino, perder é ganhar.

© 2018 · 1FICINA · Marcelo Ferrari