NÃO EXISTE MÃE

03/10/2020 by in category Textos with 0 and 0

Por que é tão difícil assumir a raiva da mãe?

Vou lhe dar alguns dados para reflexão. O maior evento de adoração brasileiro se chama romaria, que é um evento de adoração da mãe de deus. Se é pecado odiar deus, que dirá a mãe! O único amor verdadeiro no universo, puro, cristalino, incondicional, imaculado, é o amor de mãe. Como você vai odiar quem te ama de forma tão imaculada? Por fim, quem te deu a vida? E que dinheiro paga essa dívida? Nenhum! Entende? Você não nasceu, você foi colocado dentro de uma dívida eterna e está condenado a pagar um boleto até morrer, pois segundo a mentalidade materialista, sem sua mãe você não existiria.

Por que a relação com a mãe e tão romantizada?

Mãe não é um ser humano. Você já viu mãe que faz coco? Mãe que faz sexo? Já viu mãe que faz qualquer coisa mundana? É difícil entender que a mãe é um ser humano igual você. Tem um 1ficineiro antigo que sofreu violência dos pais e que tinha mágoa da mãe. Só que ele não gostava de fingimento. Ele não fingia amar a mãe dele. Ele assumia o desafeto com a mãe, inclusive na família. O resultado era que sempre o consideravam errado, o filho ingrato que não amava a mãe. E porque estou contando isso? Porque ele falava assim: “Aos olhos dos outros, filho falando mal da mãe está sempre errado, mesmo estando certo”. Ele via a mãe dele como um ser humano igual ele e era considerado um filho ingrato pelos outros.

Por que sempre aparece relação de mãe e filho na egofonia?

A família é seu primeiro sistema de convivência humano. Quando você é criança, o universo é sua casa e os planetas do seu sistema solar são seus familiares. Depois você vai expandindo seu sistema solar para seu bairro, sua cidade, outros países, etc. Mas é no sistema familiar que tudo começa. E como tudo acaba onde começou, por isso a má convivência retorna ao ponto de origem: o sistema familiar.

Qual é o equívoco que precisa ficar claro para convivermos bem com a mãe?

O que precisa ficar óbvio é que não existe mãe. O que você chama de mãe é um ser humano igual você, ignorante igual você, que faz merda igual você. Mãe é um rótulo que você coloca em uma pessoa. Tire o rótulo e conviva com a pessoa. Boa convivência só é possível entre seres humanos e nunca entre rótulos humanos.

Quando a mãe já morreu? Como limpar a mágoa?

Praticando autociência e ficando consciente que a pessoa falecida que você chamou de mãe era um ser humano igual você, ignorante igual você, que fez merda igual você. E ficando consciente da função espelho que o comportamento da sua mãe teve para você.

© 2020 · 1FICINA · Marcelo Ferrari