Mito do eu verdadeiro

09/11/2022 by in category Capitulos, Quem with 0 and 0

Antes de prosseguir na leitura, assista o vídeo abaixo.

A busca pela resposta da pergunta “quem sou eu” é um equívoco porque o termo “quem” supõe que você é uma pessoa só, sempre a mesma pessoa, imutável. Mas você não é uma pessoa só, imutável, você é múltiplas pessoas, aliás, infinitas pessoas. Se você fosse uma pessoa só, imutável, sempre a mesma, você ainda estaria chupando chupeta e com medo do bicho papão, tal como a pessoa que você foi na infância.

A palavra personalidade vem de persona. Persona é pessoa. Você, assim como todo ser humano, não é uma pessoa só, você é múltiplas pessoas. Pense no seguinte. Seu relacionamento com o padeiro é o mesmo que você tem com seu marido/esposa? Você é a mesma pessoa nos dois casos? Seu comportamento no futebol é o mesmo que você tem no trabalho? Você é a mesma pessoa nos dois casos?

É por isso que você jamais irá encontrar seu eu verdadeiro, porque você é múltiplos eus, múltiplas pessoas, e todas são você. A pessoa que conversa com o padeiro é você, a pessoa que beija sua esposa é outro você, a pessoa que grita no futebol é outro você, a pessoa que trabalha concentrado é outro você.

Não existe esse tal de eu verdadeiro, no sentido de personalidade real, fixa e imutável. Esse é o equívoco. É por isso que você vive correndo atrás do rabo. Você não é uma cebola de eus falsos que tem um eu verdadeiro no centro. Você é uma cebola de eus. Ponto final. Todas suas múltiplas personalidades são verdadeiras, pois todas expressam múltiplos aspectos de você. Pode ser um aspecto desequilibrado, infeliz, rancoroso, raivoso, etc, mas todas suas personalidades são você. Quem mais seria?

Você olha no espelho, vê um corpo só, e acredita que é uma pessoa só, imutável. Mas nem seu corpo é um só, seu corpo é multiplicidade de células. E não são células fixas. A cada instante, milhares de células morrem e milhares de células novas nascem. Seu corpo é múltiplo e mutante. Tudo no universo é múltiplo e mutante. Por que sua personalidade seria exceção?

Cada pessoa dentro de você tem alguma coisa para manifestar e para oferecer a sua coletividade interior. Você não precisa e não deve excluir nenhuma personalidade em detrimento de outra supostamente verdadeira para viver bem. Muito pelo contrário, viver bem vem da inclusão de todas as suas personalidades como verdadeiras e não da exclusão e segregação delas entre verdadeiras e falsas.

Você exclui e segrega as pessoas no mundo externo porque você exclui e segrega suas personalidades em você. O mundo, assim como você, não é uma pessoa só, o mundo também é feito de múltiplas personalidades. Aceite suas múltiplas personalidades tal como são e você começará a aceitar todas as pessoas do mundo tal como são.

Sua busca por si mesmo é fuga. Por isso você nunca se encontra. Desista! Ao invés de viver buscando quem você é, buscando o mito do eu verdadeiro, apenas aceite sua múltipla personalidade. Você não vive mal porque ainda não encontrou seu eu verdadeiro, você vive mal porque ainda não aceitou que todos eus são verdadeiros. Aceite isso e será o começo do fim do seu sofrimento.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari