Melhor resposta

30/08/2023 by in category Capitulos, Pensamento no divã tagged as , , with 0 and 0

Tem um jogo de enigma que o coordenador do jogo conta o final da história e os jogadores devem descobrir tudo que aconteceu até chegar naquele final fazendo perguntas ao coordenador. Os jogadores podem fazer qualquer pergunta de sim ou não para o coordenador, absolutamente qualquer pergunta.

Essa é uma das características mais divertidas desse jogo, porque surge tudo quanto é tipo de teoria. Por exemplo, tem uma história que termina com a seguinte cena: um homem pelado no deserto com um palito de fósforo na mão. Os jogadores devem descobrir tudo que aconteceu para chegar nessa cena. Como a cena é muito estranha, as teorias são mais estranhas ainda, principalmente quando os jogadores possuem imaginação fértil.

“O homem é casado? O homem era professor de matemática? O deserto é de areia ou é um deserto de bolinhas de isopor? O homem foi para o deserto de camelo? De jipe? De avião? O homem é vegetariano? O homem é fã dos Beatles?”. Vale fazer qualquer pergunta de sim ou não. E muitas vezes as perguntas mais absurdas são as mais reveladoras.

O coordenador do jogo, que conhece tudo que aconteceu, que conhece a história inteira, deve responder sim ou não para cada pergunta. De pergunta em pergunta, os jogadores vão avançando rumo a descoberta da resposta.

Só que tem um terceiro tipo de resposta que o coordenador do jogo pode dar além de sim ou não. Qual é o terceiro tipo de resposta?

Irrelevante!

O coordenador do jogo pode responder: sim, não ou irrelevante. Por exemplo, se um jogador perguntar: “O homem pelado no deserto é diabético?”. O coordenador do jogo pode responder que sim, se o homem for realmente diabético, pode responder que não, se o homem não for diabético, mas pode responder também que é irrelevante.

Quando um jogador faz uma pergunta e o coordenador responde que é irrelevante, o jogador costuma ficar com raiva do coordenador e reclama: “Sim ou não? É sim ou não?”. E o coordenador repete: é irrelevante!

Os jogadores não aceitam a resposta “irrelevante”. Não desce. A resposta “irrelevante” causa a sensação de que o coordenador não quer sequer considerar sua pergunta, de que o coordenador está fazendo pouco caso da pergunta e por isso está dizendo que é irrelevante. Enfim, o jogador acredita que a resposta irrelevante não ajuda em nada, que é a pior resposta. Só que é justamente o contrário. “Irrelevante” é a melhor resposta.

“Irrelevante” significa que a linha de raciocínio que o jogador está fazendo não vai levá-lo à descoberta do enigma, irá afastá-lo da descoberta. “Irrelevante” é a melhor resposta porque significa: “abandone esse elevador porque você entrou no hotel errado”.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari