Matemática franciscana

04/03/2023 by in category Simples Assis with 0 and 0

Se você tem dez laranjas e me dá oito, quanto foi que recebeu por sua doação? Não recebeu nada. Você perdeu oito laranjas e ficou só com duas. Então, por que Francisco de Assis lhe diz que é dando que se recebe?

Karl Marx, estudioso do capitalismo, diria que Francisco de Assis é louco ou tolo. Na lógica capitalista, é dando que se perde. E isso é óbvio. Para ganhar é preciso receber. E no caso de uma troca, que a doação seja mínima e o recebimento máximo, pois é assim que se produz lucro.

A conta da matemática franciscana não fecha frente a realidade da vida. Então, por que será que Francisco de Assis insiste nela. Qual é a lógica?

Potencial realizado

A lógica da matemática franciscana está na metafísica da doação e não na física. Fisicamente falando, Karl Marx está correto, é dando que se perde. Metafisicamente falando, é dando que se recebe, pois quanto mais você coloca para fora seu potencial de ser (metafísico), mais você recebe seu potencial realizado.

Piano marxista

Imagine um piano Marxista, que acredite que é dando que se perde. Que música esse piano irá produzir? Nenhuma, pois se é dando que se perde, e ele quer lucrar, então, não deve dar música nenhuma. Dar música é prejuízo. Mas sendo assim, quantas músicas esse piano irá receber. Nenhuma também, pois ao se recusar em colocar para fora seu potencial de ser (musical), está se impedindo de receber todas as músicas que ele consegue produzir.

O que aconteceria se o piano marxista despertasse para a matemática franciscana e começasse a doar seu potencial musical? Ele iria perder as músicas doadas ao mundo ou iria ganhá-las? Iria ganhá-las. Quanto mais músicas ele tirasse de dentro de si e doasse ao mundo, mais músicas ele ganharia para si mesmo.

Piano franciscano

Todo dia vejo a matemática franciscana acontecendo comigo. Toda vez que faço uma música nova, sou o primeiro a receber a música. E não recebo apenas a música, recebo todo o processo de criação da música, desde a primeira ideia, passando por todas as fases de lapidação, até chegar no produto final: a música pronta. Toda vez que dou uma explicação de autociência, sou o primeiro a receber a explicação, exatamente com as palavras e metáforas mais esclarecedoras para mim, e assim vou me conhecendo um pouco mais. Para mim é óbvio: sou o primeiro e o maior recebedor de tudo que dou.

Lucro metafísico

Jesus também era adepto da matemática franciscana, por isso ele disse: “Dê a César o que é de César e a Deus o Que é de Deus”. No mundo físico, ou seja, mundo de César, o lucro chega através da lógica materialista estudada por Marx. Mas no mundo metafísico, ou seja, mundo de Deus, mundo da potência do ser, o lucro chega através da lógica franciscana. Quanto mais você se dá, mais se recebe. Quanto mais se doa, mais rico fica. Quanto mais você oferece seu pão e seu vinho, maior sua eucaristia.

Fim da miséria

Em cofre nada se guarda, em cofre se perde a coisa de vista. Se você quer ser um milionário metafísico, abra todos os cofres do seu potencial e se entregue gratuitamente ao mundo. Dê seu tudo, a cada instante, em cada manifestação, sem cobrar nada em troca. Caixão não tem gaveta. É dando que se recebe. Então, sem economia, porra! Saia da miséria agora mesmo e se torne um milionário. Potencial para isso não lhe falta. Basta decidir colocar em prática a matemática franciscana. Simples Assis.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari