KINDER EU

05/11/2018 by in category Livros with 0 and 0

INTRODUÇÃO

Meu trabalho na 1ficina é explicar o que é ser humano. Em nenhum livro falo especificamente de mim. Porém, durante as interações com os 1ficineiros, nos ciclos de estudos e outras circunstancias, muitas vezes relato experiências pessoais para servir de exemplo. Exemplos são concretos e ajudam a dar corpo aos entendimentos abstratos. Criei esse livro para compartilhar exemplos, experiências, pensamentos e sentimentos meus sobre autociência e autoconhecimento. Espero que o relato de minhas experiências, pensamentos, sentimentos e tudo mais que está dentro de mim possa lhe ajudar a descobrir o que tem dentro de você.


CONFESSIONÁRIO DE DORIAN GRAY

Minha amiga havia se tornado devedora compulsiva e resolveu buscar apoio num grupo de anônimos. Pediu que eu fosse junto na primeira reunião. O encontro era na igreja de Santa Ifigênia, no centro de São Paulo. Aceitei, pensando em ajudá-la. Ledo engano! Para minha amiga, participar da reunião foi um banho de sal grosso, para mim, foi tratamento de choque, 220 volts. Sentados em cadeiras plásticas, os criminosos se sentiam muito à vontade para confessar seus crimes, revelar seus segredos, expor suas cagadas mais íntimas. Gostei tanto daquele confessionário de Dorian Gray, que ir às reuniões se tornou meu programa favorito de sábado. Enquanto minha amiga refletia sobre sua compulsão em gastar a fortuna que não tinha, eu aprendia sobre a inutilidade de gritar para pedir silêncio. Aprendia também que a verdade brota mais fácil entre mentirosos assumidos. Quando uma pessoa falava, todos ouviam, sem resistência, sem confronto, sem ruído. Nenhum Dorian Gray metia o dedo no retrato do outro. E quando um acabava de pintar o quadro de sua desgraça, só havia uma forma de pagar a entrada na exposição: “Grato por compartilhar”, todos diziam em uníssono.


(+) em breve…

© 2018 · 1FICINA · Marcelo Ferrari