ILUMINAÇÃO NÃO É CRENÇA

08/04/2017 by in category Textos with 0 and 0

Você está constantemente falando. Mas como você faz para falar? Que processo você executa? Você não sabe. Você sabe que sabe falar. Você escuta as palavras que são o produto do seu falar, mas você não sabe como funciona o que está executando: falar.

Vamos mudar para outra atividade que você está constantemente executando: acreditar. Você está constantemente acreditando. Mas como você faz para acreditar? Que processo você executa? Você também não sabe. Você sabe que acredita. Você experimenta comportamentos que são o produto do seu acreditar, mas você não sabe como funciona o que está executando: acreditar.

Tanto falar como acreditar são atividades que você executa de forma automática (subconsciente). Mas você sempre pode se tornar consciente sobre uma execução subconsciente. Como? Através da autoobservação. É através da autoobservação, e só através da autoobservação, que você atinge a iluminação, ou seja, que você sai da ignorância, sai do não-sei e se torna consciente do que estava inconsciente.

Eis porque iluminação não é crença. Assim como observar o processo de falar não é você falando, é você consciente do falar que está executando, observar o processo de acreditar também não é você acreditando, é você consciente do acreditar que está executando. Iluminação não é crença porque não é você acreditando saber, é você sabendo o que é acreditar. Só que você não sabe o que é acreditar. Você acredita que sabe. Por isso, para você, iluminação é crença.

© 2018 · 1FICINA · Marcelo Ferrari