Em que circunstâncias os homens fingem para manipular a relação?

07/06/2020 by in category Perguntas tagged as , , with 0 and 0

É bastante comum mulheres virem conversar comigo e dizerem: “vocês, homens”. Quando fazem isso, costumo perguntar: “E quem lhe disse que eu sou homem?”. Elas se espantam e perguntam: “Você é gay?”. Respondo que não. Elas ficam sem entender e perguntam: “Se você não é homem e não é gay, o que você é?”. Respondo: “eu sou eu”. Entende o que estou dizendo?

O primeiro passo para uma boa convivência é estar consciente que convivência é entre um indivíduo e outro indivíduo. Ou seja, entre um ser humano único, singular, diferente de todos os outros seres humanos e você, que também é um ser humano único, singular, diferente de todos os outros.

Uma mulher, um homem, uma esposa, um marido, um pai, uma mãe, um filho, são, antes de todos esses rótulos que você cola na testa das pessoas, indivíduos. Quando você ignora isso e assume que o outro é o rótulo que você está colando na testa dele, você está condenando sua convivência, desde a raiz, a ser uma árvore produtora de má convivência.

Dito isso, um ser humano que opta pelo fingimento para manipular a relação, faz isso em toda e qualquer circunstância que acredite ser necessário manipular a relação. Então, se tal ser humano acreditar que precisa manipular a relação o tempo todo, irá fingir o tempo todo, em todas as circunstâncias.

© 2020 · 1FICINA · Marcelo Ferrari