É BOM SER CULPADO

18/11/2020 by in category Textos with 0 and 0

Imagine que todo dia quando você acorda o pneu do seu carro está furado. Você troca o pneu, vai trabalhar, volta, dorme e no dia seguinte o pneu está furado novamente. Você fica puto e quer saber quem é que está furando o pneu. Você quer saber quem é o culpado pelo pneu furado, pois se você não descobrir o culpado, o problema não tem como ser solucionado.

Você telefona para o Papa e explica a situação. O Papa lhe diz que é desígnio de Deus. Se for isso mesmo, danou-se, pois o desígnio de Deus não é culpa sua. Você telefona para o Alan Kardec e explica a situação. Alan Kardek lhe diz que é carma de vidas passadas. Se for isso mesmo, danou-se também, pois a vida passada não é culpa sua. Você telefona para o Sherlock Holmes e explica a situação. Ele investiga o caso e lhe diz que é seu vizinho que está furando seu pneu. Se for isso mesmo, danou-se também, pois o que seu vizinho decide fazer da vida dele, embora lhe influencie, não é culpa sua.

Então, certo dia, ao estacionar seu carro na garagem, você percebe que está estacionando o carro em cima de uma tábua que tem um prego saliente. Quem está estacionando o carro em cima da tábua é você, então, o culpado pelo pneu furado não é Deus, nem as vidas passadas, nem seu vizinho. O culpado é você. E que bom que o culpado é você, pois só assim o problema pode ser resolvido. E facilmente resolvido. Basta você estacionar o carro em outro lugar.

Ser culpado é positivo, é bom, é solução. Quando a culpa é sua, você muda de opção e problema resolvido. Quando a culpa não é sua, daí que é problemático, pois não há nada que você possa fazer para resolver um problema (efeito) do qual você não é o culpado (causa). Então, quando você for culpado de um problema, fique contente, significa que a solução do seu problema está na sua mão.

© 2020 · 1FICINA · Marcelo Ferrari