*Os livros estão na ordem de leitura recomendada.

Como praticar autoobservação existencial se não tem nada para observar no nada?

03/02/2022 by in category Ciência do nada, Perguntas tagged as , , , with 0 and 0

Por isso que despertar existencial é um despertar e não uma experiência observada. Na autoobservação existencial, você observa o tudo. Atenção! Não estou falando em observar todas as coisas, estou falando em observar tudo de uma vez, a totalidade da sua realidade (tudo). De repente, você percebe que você é o observador observando esse tudo. E que você não está no tudo. Puf! Você tem um despertar e fica óbvio que você é nada.

PERGUNTA: Só porque não me observo, significa que sou nada?

Sendo que o observado é tudo, sim.

O que está atrapalhando seu entendimento não é o nada, é o tudo. Quando digo tudo estou me referindo a sua realidade. Tudo = sua realidade. Você observa sua realidade (tudo), mas não observa o observador que está observando tudo, logo, você-observador é nada observando tudo.

Lembra da história do fotógrafo que procurava a câmera fotográfica dentro da fotografia? Você está fazendo a mesma coisa com o nada, está querendo encontrar o nada dentro do tudo. Impossível. A fotografia é a evidência da câmera. O tudo que você está observando é a evidência do observador. Você-observador não está no tudo, logo, você observador é nada.

© 2021 • 1FICINA • Marcelo Ferrari