Como é sua convivência com pessoas que ignoram o que você explica na 1ficina?

23/05/2020 by in category Perguntas tagged as with 0 and 0

Toda vez que vocês me perguntarem sobre meu comportamento, vão me ouvir respondendo a mesma coisa: Tudo é circunstancial. Não tenho um comportamento padrão para nada. Não vivo de forma engessada, vivo com inteligência. Analiso as circunstâncias e uso minha inteligência para interagir com aquela circunstância naquele instante. Assim que faço isso, já são outras circunstâncias e outro instante. Analiso a nova circunstância naquele novo instante e uso minha inteligência novamente. E assim por diante. Então, meu comportamento depende das minhas circunstâncias. Se minha inteligência, após análise das minhas circunstâncias num dado momento, me disser que devo me comportar assim, me comporto assim, se disser que devo me comportar assado, me comporto assado. Não sigo regras de ouro, mandamentos, receitas de bolo de caixinha, nem sabedoria dos outros, nem sabedorias engessadas minhas: sigo minha inteligência viva.

Dito isso, posso dar o testemunho que, na maioria das vezes, opto por falar como o outro no idioma mental do outro (sistema de crenças do outro). Em Roma falo como os romanos. Na Grécia falo como os gregos. No materialismo falo como os materialistas. Na religião falo como os religiosos. Ou seja, ao invés de impor meu 1ficinês aos outros, eu traduzo o idioma do outro para o 1ficinês e entendo em mim o que estão me dizendo, depois devolvo a interação no idioma do meu interlocutor (idioma do outro). Não me proíbo de falar o que quero, penso e sinto, mas adapto isso ao idioma mental do meu interlocutor (sistema de crenças do outro). Se eu for falar 1ficinês, ninguém entende nada. Vou passar esse ano ensinando vocês a falarem 1ficinês aqui e nem assim vocês vão me entender. Então, muitas vezes interajo com vocês aqui na 1ficina usando o idioma de vocês. Por isso não trato vocês todos iguais, trato vocês todos diferentes. Sei que vocês são diferentes, o que inclui usarem diferentes idiomas mentais (terem diferentes sistemas de crenças). Só que aqui faço bem menos, puxo vocês para o 1ficinês, pois vocês vieram aqui para aprender a praticar autociencia e o 1ficinês é o melhor idioma para isso. Então, passo a passo, estou ensinando vocês a falarem 1ficinês.

© 2020 · 1FICINA · Marcelo Ferrari