CENZIMISTA

09/03/2019 by in category Textos tagged as with 0 and 0

Só conhecia uma religião quando era criança. Fiquei confuso quando cresci e descobri que existiam várias. Eu me perguntava: como pode existir várias religiões se deus é um? Esse conflito só se resolveu quando descobri que a palavra religião vinha do latim “religare” e significava religar. Outra coisa contraditória era o dízimo, a prática de entregar 10% do salário para deus. Eu me perguntava: para que deus precisa de dinheiro? Esse conflito se resolveu quando entendi que dízimo era metáfora. Não significava doar dinheiro, significava doar 10% do meu capital existencial, meu tempo, a prática de me religar ao criador da minha realidade. Eu era um zerozimista quando descobri isso. Vivia 100% do tempo adormecido na mentalidade materialista. Não tinha tempo nenhum para doar ao criador da minha realidade. Aos poucos fui aumentando minha doação. Aumentando, aumentando, aumentando. Quando entendi que a melhor coisa a fazer era doar tudo, me entreguei 100% a prática do religare. Me tornei um cenzimista. Recomendo.

© 2018 · 1FICINA · Marcelo Ferrari