06ª Lição | Outroísmo impositivo

10/11/2022 by in category Capitulos, Mestre da felicidade with 0 and 0

Você vive sofrendo porque sua vida é a repetição de dois equívocos: outroísmo impositivo e outroísmo submisso. Nessa lição vou te explicar o primeiro. Tem várias maneiras de explicar, mas como nesse livro estou te explicando minha relação com seu desejo, vou seguir pelo caminho do desejo. Outroísmo impositivo é sua crença de que tudo e todos têm obrigação de satisfazer suas expectativas (desejos). Isso é um equívoco. Ninguém nem nada têm essa obrigação, nem seu pai, nem sua mãe, nem a vida, nem mesmo o que você chama de deus. Você é o único responsável por satisfazer suas expectativas (desejos). Por isso você tem arbítrio: para optar pelo que deseja e assim realizar seus desejos. Só que você usa mal seu arbítrio. Ao invés de você optar por comportamentos que estão sob seu controle e irão realizar seu desejo, você opta por controlar o outro e obrigá-lo a realizar seu desejo por você.

Por exemplo, quando você deseja beber água, ao invés de você ir até o filtro e beber um copo d’água, você faz uma tempestade por um copo dágua. Você ameaça o outro: “Me traz um copo d’água agora ou eu te mato”. Você pega um chicote e lasca na bunda do outro. “Vai logo!”, você ordena. Só que o outro não nasceu para ser seu escravo e não vai. Você tenta mil torturas para obrigá-lo a realizar seu desejo, mas nada funciona.

Se você usasse 0,1% da energia que está usando para tentar controlar o outro e fosse você mesmo pegar o copo d’água, seu desejo já estaria satisfeito faz tempo. Só que não! E quanto mais você fracassa, mais sua sede aumenta. Sede é sofrimentês, sede sou eu te falando que você precisa beber água. Então, quanto mais você fracassa, mais você acredita que o culpado pelo minha presença em você é o outro. Quanto mais você acredita nisso, maior são seus esforços para tentar controlar o outro. Quanto mais tenta, mais eu aumento o volume da minha voz, ou seja, mais você sofre. E assim segue o ciclo vicioso do outroísmo impositivo.

Como sair? Basta você me escutar! Eu apareço para te explicar a burrice que você está fazendo. Só que em sofrimentês. Nesse livro estou te explicando em português. Então, da próxima vez que você estiver me experimentando, procure se lembrar dessa explicação. Observe que minha permanência e aumento de volume de voz é resultado da sua opção pelo outroísmo impositivo. Em seguida, faça uma coisa que ninguém pode fazer por você, nem eu: desista do outroísmo impositivo. Minha função é te mostrar qual é a opção feliz e infeliz, mas optar é responsabilidade sua.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari