Herói da jornada

10/11/2022 by in category Capitulos, Egogame with 0 and 0

De repente, você sente fome (vontade de se alimentar). O ID começa a berrar feito um bebê: “Quero comer, quero comer, quero comer!”. Pronto! O ID apertou o play. Começou mais uma jornada no seu egogame. Agora você tem um motivo para viver. Agora sua vida tem um sentido. Agora você tem um objetivo. Agora você tem uma meta. Agora você tem um ponto B para chegar. Agora você tem uma missão: matar o dragão da fome (realizar a vontade de se alimentar).

Mas péra! Ops! Tem um detalhe importantíssimo! Quem vai cumprir a missão? Quem vai realizar o objetivo? Quem vai sair do ponto A e chegar no ponto B? Quem vai enfrentar todos os terríveis obstáculos entre o sofá e a geladeira e matar o dragão da fome? Enfim, quem é o jogador que vai jogar o egogame?

Quem vai jogar o egogame é o ego. O ID é a vontade, é a missão que o ego deve cumprir no egogame. O superego é a memória, é a voz que diz ao ego o que é possível e impossível de ser feito no egogame. O ego é o jogador do egogame, é o responsável por realizar a jornada da realização da vontade, é o responsável por encontrar um jeito de sair do ponto A (vontade não realizada) e chegar no ponto B (vontade realizada): missão cumprida.

O ego é a autoconsciência. Creio que essa é a melhor palavra psicológica para explicar o ego. Poderia dizer que o ego é a inteligência. Consciência e inteligência são conceitos similares e ambos expressam a natureza do ego. Mas o principal não é o conceito, o principal é você ficar consciente dos três aspectos do jogador que você é: vontade, memória e consciência.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari