Manual de funcionamento do egogame

10/11/2022 by in category Capitulos, Egogame with 0 and 0

Vou criar quatro experimentos mentais para você pensar e entender o que é o superego.

A) Imagine que você é uma criança recém-nascida e está com seu pai em um quarto que tem um ursinho de pelúcia, de repente, esse ursinho de pelúcia se transforma em um urso de verdade. Quem fica espantado com isso: você ou seu pai?

B) Imagine que você é uma criança recém-nascida e está na cozinha com sua mãe, de repente, um tomate em cima da mesa começa a falar português: “Olá! Bom dia! Eu sou um tomate, blá blá blá…” Quem fica espantado com isso: você ou sua mãe?

C) Imagine que você é uma criança recém-nascida que está na sala assistindo televisão com seus pais e seu cachorro, de repente, seu cachorro começa a flutuar e voar pela sala. Quem fica espantado com isso: você ou seus pais?

D) Imagine que você é uma criança recém-nascida que está no sítio com seu avô, de repente, uma galinha para na frente de vocês, começa a rejuvenescer até virar um pintinho e depois volta a virar ovo. Quem fica assustado com isso: você ou seu avô?

Quem vai ficar espantado é seu pai, sua mãe e seu avô. E por quê? Por que eles já têm um superego e você ainda não tem. Como assim? Explico. Lembra que o egogame é um jogo que vem sem manual de instrução, que é uma eurekatividade, que é um jogo que você aprende a jogar jogando? Pois então, tudo que você aprende sobre o funcionamento do egogame você grava em um arquivo mental que Freud chamou de superego.

É por isso que no experimento mental A, B, C e D, seu pai, sua mãe e seu avô se espantam e você não. No superego deles está gravado assim: “Ursinho de pelúcia não vira urso de verdade. Tomates não falam português. Cachorros não flutuam. Galinhas não voltam a virar ovo”. No seu superego de recém-nascido não tem nada gravado ainda, então, você ainda não sabe que essas coisas são impossíveis, por isso não se espanta de acontecerem.

Entendeu o que é o superego? Superego é seu sistema de crenças. Já que o egogame não vem com manual de funcionamento, você vai criando seu próprio manual de funcionamento do egogame conforme você vai jogando (vivendo). Claro que você não faz isso conscientemente, mas faz, desde que entrou no jogo (nasceu) e fará até o dia que sair do jogo (morrer).

Ter um superego é uma benção. É graças às instruções de funcionamento fornecidas pelo superego que você sabe como tudo funciona e consegue lidar bem com tudo (viver bem). Mas seu superego também pode ser uma maldição, pois ele pode estar cheio de instruções equivocadas e inapropriadas que, ao serem executadas, te fazem viver mal.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari