Jogador do egogame

10/11/2022 by in category Capitulos, Egogame with 0 and 0

Até agora estive usando analogia do sonho para lhe ajudar a entender o que é vida e o que é ser humano, mas a analogia do sonho não é a melhor analogia para isso, a melhor analogia é o egogame. Mas o que é o egogame? Egogame é o programa consciencial que você-ser está usando para experimentar essa perspectiva perceptiva de que você é uma pessoa, um eu humano, um ego, um corpo contido na realidade, e assim poder brincar de ser você humano.

Simplificando: a vida é um jogo de videogame compartilhado. Você decidiu jogar, ou seja, você decidiu entrar no jogo. Para entrar, você fez login igual você faz login para entrar no Facebook. Desde então você está jogando o jogo de ser humano (egogame). Se você soubesse como dar logout, você imediatamente sairia do jogo assim como sai do Facebook e perceberia que a vida é um jogo de videogame. Só que você não sabe, nem tem como saber.

Platão diria que você está dentro de uma caverna amarrado aos cinco sentidos. Platão foi Jedi antes dos Jedis, foi Ninja antes dos Ninjas. Platão entendeu que a vida é um egogame antes da invenção dos videogames. De fato, o que te mantém preso na fase materialista do egogame são os cinco sentidos. Por isso, para sair da fase materialista do egogame, só tem um jeito, só tem uma prática: ficar consciente da própria cognição.

Antigas tradições budistas chamam essa prática de meditação. Atualmente, para desligar a meditação da tradição religiosa budista, essa prática está sendo chamada de mindfulness. Eu chamo de autoobservação (observação de si). E quando você observa a natureza humana da sua observação, chamo de autoobservação existencial. Faço essa distinção, pois existem três tipos de autoobservação: existencial, psicológica e pessoal.

Mas enfim, assim como não tem como você jogar um videogame sem o programa do videogame no seu Playstation, analogamente, não tem como você-ser brincar de ser humano sem fazer login no egogame. E qual é a importância de entender isso? Em que isso te ajuda a viver melhor? Ajuda em muitas coisas. Primeiramente, ajuda você a se esclarecer sobre quem é o jogador.

Tudo que foi explicado neste livro até agora teve esse único objetivo: ajudar você a ficar consciente que o jogador do egogame é você-ser, você-existência, você-vazio, e não você-pessoa. Você-pessoa é mentalidade materialista. É impossível você entender o que é vida e o que é ser humano enquanto você iguala sua existência com sua realidade.

Lembra do conselho no capítulo Samba do Crioulo Doido: PARADIGMA EQUIVOCADO NÃO PRODUZ BOM RESULTADO? Pois então! Quando você iguala sua existência com sua realidade, fica impossível você viver bem. Por isso, a primeira confusão a ser esclarecida para você jogar bem o egogame (viver bem) é que o jogador do egogame é você-ser, você-existência, e não você-pessoa.

Claro que para você-ser jogar o egogame, você precisa se ver e se manifestar como uma pessoa (mentalidade materialista), mas isso não significa que o jogador é você-pessoa, não é, o jogador do egogame é você-existência (você-ser).

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari