Samba do crioulo doido

10/11/2022 by in category Capitulos, Egogame with 0 and 0

Escreva uma carta para o Papai Noel, envie para o polo norte e fique esperando o bom velhinho descer pela chaminé do seu apartamento sem chaminé trazendo o presente. O que vai acontecer se você fizer isso? Você vai morrer esperando. O que isso demonstra? Demonstra que USAR PARADIGMA EQUIVOCADO NÃO PRODUZ BOM RESULTADO.

É por isso que você vive mal. Você está usando paradigmas equivocados para viver. A vida não é isso que você pensa que é. Ser humano não é isso que você pensa que é. Só que você acredita piamente nos paradigmas equivocados que acredita. Mesmo vivendo mal, mesmo em constante conflito consigo mesmo e com os outros, você ainda acredita que entende o que é viver e o que é ser humano. E sendo que seus paradigmas equivocados são coletivos, fica mais difícil ainda você duvidar deles, fica quase impossível.

O geocentrismo é um exemplo clássico de paradigma coletivo equivocado. Houve uma época na história da humanidade em que todos os seres humanos acreditavam que a Terra era o centro do universo e que todos os planetas giravam ao redor da Terra. Esse paradigma se chamava geocentrismo.

O problema do geocentrismo era que ele só criava confusão. Quando os astrônomos iam estudar e mapear o comportamento dos astros no céu partindo do paradigma geocêntrico, o que eles viam era o samba do crioulo doido. Os planetas davam cambalhotas, faziam zigue-zague, era o caos. Não fazia absolutamente nenhum sentido a forma maluca e desarmônica que os astros se comportavam. Algo devia estar muito errado. Mas o quê?

Foi então que um ser humano chamado Nicolau Copérnico, teve uma eureka. Nicolau olhou para o paradigma geocêntrico e decidiu, num ato de loucura absoluta, retirar a Terra do centro do universo e colocá-la orbitando ao redor do sol. Nicolau criou um novo paradigma de sistema planetário chamado heliocentrismo. Depois ele foi estudar como ficava o comportamento dos astros a partir desse novo paradigma. O que você acha que aconteceu?

Para o espanto de Nicolau Copérnico, ele viu algo que sempre esteve presente, mas ele nunca havia visto antes. Ao invés do samba do crioulo doido, Nicolau viu o balé dos cisnes. Os astros pararam de fazer zigue-zague e passaram a deslizar harmoniosamente em elipses ao redor do sol. A grande confusão celeste começou a fazer sentido. Nicolau começou a entender tudo.

A história da transição do paradigma geocêntrico para o paradigma heliocêntrico é muito famosa no meio científico e é conhecida como revolução copernicana. Pense sobre isso! Qual foi a estratégia que Nicolau Copérnico usou para consertar o mal funcionamento do sistema planetário? O que Nicolau fez?

Nicolau PENSOU DIFERENTE. Só isso! Apenas isso! Nada além disso! Nicolau ousou cometer a heresia de considerar que o paradigma geocêntrico era um paradigma equivocado. E foi uma heresia mesmo, tanto que Nicolau teve sérios problemas com a igreja por causa disso.

Analogamente, o mesmo está acontecendo com você atualmente. Sua vida é o samba do crioulo doido porque você entende a vida e o ser humano de forma equivocada, através de paradigmas equivocados. Para que sua vida e o ser humano possa começar a fazer sentido para você, você deve fazer o mesmo que Nicolau Copérnico fez: PENSAR DIFERENTE.

Ao se permitir pensar diferente, ao se permitir duvidar dos tradicionais paradigmas sobre o que é ser humano, você terá eurekas existenciais, psicológicas e pessoais. Tudo irá mudar sem que absolutamente nada mude. E também, assim como Nicolau Copérnico, você estará dando início a nova revolução humana, a revolução autocientífica.

© 2023 • 1FICINA • Marcelo Ferrari