CONTROL+EU

Restaurando você original

Livro da 1ficina | Marcelo Ferrari

01 | PROGRAMADOR DE SI

Um computador é um excelente funcionário, mas não tem vontade própria, apenas repete o comportamento que seu programador lhe ensinou a repetir através de uma programação. A programação é benéfica ao programador, porque possibilita o automatismo do comportamento desejado. O programador ensina o computador a executar o que ele quer, e a partir daí, o computador passa a repetir o comportamento desejado de forma automática. Analogamente, o mesmo acontece com você. Você é programador de si mesmo, mestre do seu próprio comportamento. E você também faz isso através de um computador que lhe possibilita colocar seus comportamentos no automático. O computador que você usa para automatizar seus comportamentos se chama mente subconsciente. É por isso que, por maior que seja sua força de vontade, você continua executando comportamentos indesejados. Quem executa seus comportamentos não é sua vontade, é sua programação mental subconsciente.


02 | LIVRE ARBÍTRIO

A qualidade da sua realidade é produto do seu comportamento, que é produto da sua programação mental, que é produto da sua vontade. Sendo assim, o natural seria que todos os seus comportamentos, e consequentemente sua realidade, fosse reflexo da sua vontade. Mas nem sempre isso acontece. E por que não? Porque na experiência humana, entre a causa e o efeito, está seu livre arbítrio. Você é livre para viver ou não de acordo com sua própria vontade. Isto é seu livre arbítrio. Sendo assim, muitas vezes, a vontade que programa seus comportamentos, não é propriamente a sua, mas sua vontade imitando a vontade dos seus pais, dos professores, dos amigos, da sociedade, enfim, é sua vontade imitando a vontade dos outros.


03 | FÁBRICA DE COMPORTAMENTOS

Tudo em sua experiência humana é representativo da qualidade da sua relação com você mesmo, ou seja, representativo da qualidade da sua relação com sua vontade. Um comportamento desejado, só é desejado, porque está EM acordo com sua vontade. Um comportamento INdesejado, só é INdesejado, porque está SEM acordo com sua vontade. Sendo assim, ao invés de você apenas sofrer com seus comportamentos indesejados, você pode e deve usá-los para o autoconhecimento, e consequentemente, para melhorar a qualidade do seu viver. Como você pode fazer isso? Entendendo que seus comportamentos não são aleatórios. Seus comportamentos são produtos da sua programação mental, então, ao serem executados, deixam EXplícitos qual é a qualidade da sua programação mental IMplícita, ou seja, qual é a qualidade da sua fábrica de comportamentos. Quando o que sai da sua fábrica de comportamentos é um comportamento desejado, fica EXplícito que sua programação subconsciente IMplícita está funcionando EM acordo com sua vontade. Quando o que sai da sua fábrica de comportamentos é um comportamento INdesejado, fica EXplícito que sua programação subconsciente IMplícita está funcionando SEM acordo com sua vontade.


04 | RELATIVIDADE IMPLÍCITA

Um dos maiores desafios para o bem viver é o entendimento de que a experiência humana é uma experiência de relatividade implícita. Como assim? Quando você experimenta frio, o que está implícito no frio que você está experimentando? O quente, não é? O mesmo acontece com tudo que você experimenta, inclusive o INdesejado. Quando você experimenta o INdesejado, o que está implícito no INdesejado que você está experimentando? Seu desejo. Assim, o primeiro passo para você melhorar a qualidade de seu viver, é o entendimento de que a única função de se experimentar algo INdesejado, o único motivo, é para possibilitar que sua vontade IMplícita se torne EXplícita, ou seja, consciente. Uma frase que pode lhe ajudar a fazer isso, é: “O que não quero serve para me fazer consciente do que quero. O que quero serve para me fazer consciente do que não quero”.


05 | CÉREBROS E VONTADES

Todo ser humano tem quatro sistemas operacionais subconscientes, ou seja, quatro cérebros. Cada cérebro tem a função primordial de cuidar do bom funcionamento do próprio sistema. Sendo assim, todo ser humano tem as mesmas quatro vontades primordiais.

CÉREBRO REPTILIANO – Sistema Físico.
Vontade primordial: Bem estar (bem).
Você quer o bem – não quer o mal.

CÉREBRO LÍMBICO – Sistema Sensorial.
Vontade primordial: Satisfação (bom).
Você quer o bom – não quer o ruim.

CÓRTEX DIREITO – Sistema Afetivo.
Vontade primordial: Valor (caro).
Você quer o caro – não quer o nulo.

CÓRTEX ESQUERDO – Sistema Racional.
Vontade primordial: Verdadeiro (vero).
Você quer o vero – não quer o falso.


06 | OBJETIVO E OBJETO

Vontade é objetivo. Então, em se tratando de vontade primordial, todo ser humano tem os mesmos quatro objetivos. Porém, cada um tem seu próprio OBJETO, diferente do outro. Por exemplo, você pode querer comprar um carro importado, porque, para você, carro importado é um objeto representativo do objetivo valor. Outra pessoa pode não querer comprar o mesmo carro importado, porque, para ela, carro importado é um objeto representativo de falso, e o objetivo dela é o verdadeiro. Outra terceira pessoa pode querer comprar o mesmo carro importado, mas não por ser um objeto representativo do objetivo valor, e sim representativo do objetivo bem estar.


07 | SENTIDO DA VIDA

Todo ser humano está sempre se movendo no mesmo sentido. Qual? No sentido de realizar seus quatro objetivos, no sentido de satisfazer suas quatro vontades. Porém, cada um faz a mesma coisa se movendo rumo a um OBJETO diferente. É por isso que parece que os objetivos de cada ser humano é diferente um do outro. Não é verdade. Os objetivos de todos os seres humanos são idênticos e sempre os mesmos, o bem, o bom, o caro e o vero. O que muda de um para outro é apenas os objetos que os representam.


08 | COMPORTAMENTO INDESEJADO

O que cria comportamentos indesejados não é você ter uma programação mental, pois não tê-la é impossível, o que cria comportamentos indesejados é você ter uma programação mental com representações que não são propriamente suas. Por exemplo, se você é homem, e foi ensinado que sexo = pecado, e que mulher = sexo, e que pecado = queimar no fogo do inferno, e queimar no fogo do inferno = ruim. Então, toda vez que você entra em contato com uma mulher, seu subconsciente faz você se afastar da mulher, pois na sua lógica subconsciente, mulher = ruim, e sua vontade primordial, por detrás da lógica subconsciente, é sempre pelo bom.


09 | DESKTOP HUMANO

Não existe presente. O que você chama de presente é o consciente. Retire o consciente da sua experiência humana, cadê o presente? Desaparece. Tampouco existe passado e futuro. O que você chama de passado e futuro é o consciente também, caso contrário, não seriam conscientes. Tem toda uma investigação autocientífica nesta afirmação, e também muitos desdobramentos de entendimento. O desdobramento que nos interessa neste livro, é o entendimento de que o consciente é o desktop humano. Para alterar algo na programação de um computador, o primeiro passo é você trazer a programação que você quer alterar até o desktop do computador. Aliás, é bem interessante observar que desktop em português se chama área de trabalho. Mas enfim, é a partir do ato de trazer algo até a área de trabalho (desktop), e só a partir daí, que você pode visualizar e alterar algo no computador. O mesmo acontece com sua programação mental.


10 | EDITOR MENTAL

Tudo que você traz ao desktop do computador é para experimentação ou alteração. Através do desktop, você pode experimentar e alterar basicamente arquivos de som, áudio, imagem e texto. Analogamente, o mesmo acontece com sua programação mental. Tudo que você traz ao seu consciente é para experimentação ou alteração. Através do consciente você pode experimentar e alterar programações mentais dos seus quatro cérebros.


11 | PRIMEIRO PASSO

Sendo que a qualidade da sua realidade é produto do seu comportamento, que é produto da sua programação mental, que é produto da sua vontade. Então, o primeiro passo para você alterar uma programação mental que está funcionando mal, que não está realizando sua vontade, é trazer ao consciente todo o mapa da criação dessa realidade. Como você pode fazer isso? Percorrendo conscientemente o caminho reverso da produção da realidade que você está experimentando. Percorrer o caminho reverso é partir da realidade indesejada, passar pelo comportamento que está produzindo esta realidade, até chegar na programação subconsciente que está produzindo o comportamento.


12 | SEGUNDO PASSO

O segundo passo para você alterar uma programação mental é… nenhum. Isto mesmo! Não tem segundo passo. COM CONSCIÊNCIA TUDO SE RESOLVE, SEM CONSCIÊNCIA TUDO SE COMPLICA. Uma vez que você traz ao consciente todo processo de criação da realidade INdesejada, o que inclui sua programação mental subconsciente, simultaneamente você tem uma EUREKA sobre seu equívoco, e fica evidente o que em sua programação mental está funcionando de forma contraproducente. A partir daí, a própria EUREKA, a própria evidência, vai alterando sua programação mental para uma forma producente. Então, o segundo passo é apenas repetir o primeiro passo, toda vez que sua programação mental lhe fizer retornar ao comportamento INdesejado.


13 | AUTOBIOGRAFIA EM UM PASSO

Texto adaptado de Sogyal Rinpoche:

1. Ando pela rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Eu caio…
Estou perdido… Sem esperança.
Não é culpa minha.
Leva uma eternidade para encontrar a saída.

2. Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Mas finjo não vê-lo.
Caio nele de novo.
Não posso acreditar que estou no mesmo lugar.
Mas não é culpa minha.
Ainda assim levo um tempão para sair.

3. Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Vejo que estou me aproximando do buraco.
Ainda assim caio… É um hábito.
Meus olhos se abrem.
Sei onde estou.
É minha culpa.
Saio imediatamente.

4. Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Dou a volta.

5. Ando por outra rua.

© 2017 · 1FICINA · Marcelo Ferrari